Perguntas frequentes - GNV

Publicado em Perguntas Frequentes

Qual é a autonomia esperada no equipamento GNV?
Essa autonomia pode variar conforme o modelo de veículo, equipamento instalado e forma de direção, porém como regra geral quando igualamos km/l com km/m³ adotamos um rendimento superior em 20% comparado a gasolina e 50% comparado ao etanol. Por exemplo, um veículo que faz 10 km/l na gasolina e 8km/l no etanol irá rodar 12km/m³ no GNV. Para verificar se o sistema de GNV é viável para você, basta considerar esse cálculo acima.

O Gás Natural Veicular prejudica o motor?

Não.
O Gás Natural é um combustível fóssil, limpo e em abundância. Pode ser utilizado em veículos com motor ciclo Otto, ou seja, Etanol, Gasolina e flexfuel sem reduzir sua vida útil, desde que instalado corretamente e usado equipamentos de boa qualidade. Ensaios de laboratórios demonstram que o GNV é totalmente compatível com esses motores e que através de fabricantes e oficinas de qualidade só terá benefícios em utilizar esse combustível alternativo. Antes de instalar o sistema de GNV é muito importante seguir algumas recomendações:

  •  Verificar viabilidade financeira em relação ao investimento e economia gerada com o GNV. Verifique em nosso site esse cálculo.
  •  Procurar produtos e oficinas homologadas pelo INMETRO, esse é o primeiro passo em adquirir um bom produto e uma boa instalação
  •  Verificar se o veículo a ser instalado está funciona bem no combustível original, o bom funcionamento do sistema GNV dependerá do bom funcionamento do veículo em seu estado original.

Cuidados com veículo com o sistema GNV

  • Se informar com o instalador os componentes instalados e quais adaptações foram realizadas
  • Manter a rotina de manutenção preventiva do veículo, troca de óleo, vela, filtros, etc.
  • Seguir recomendações do fabricante do veículo e contar com a ajuda do fabricante do sistema de GNV para sanar todas as suas dúvidas e desfrutar ao máximo desse sistema.

Existe algum incentivo fiscal quando utilizo GNV?
Sim, em alguns estados há desconto no IPVA quando o veículo está com a documentação modificada com a inclusão do GNV. Por exemplo, RJ e SC. Existe proposta em se obter esse incentivo também nos outros estados, incluindo SP.

O sistema GNV atende os níveis de emissão de poluentes?
Sim, o sistema de GNV atende as normas de emissão de poluentes originais dos veículos, mas é importante lembrar que o veículo em seu estado original esteja atendendo esses níveis, pois o sistema de GNV funciona em série ao sistema original. Nos veículos mais modernos, e todos os veículos a partir de 2010, sugerimos sempre a utilização dos equipamentos de injeção gás (5ª geração). Além disso, o gás natural emite menos CO2 por km rodado comparado com gasolina e etanol, sendo considerado um combustível limpo.

O sistema de injeção gás 5ªGeração é mais econômico do que um sistema tradicional?
Não. A autonomia esperada dos sistema permanece a mesma em ambos os sistemas. A diferença principal entre ambos será o desempenho e durabilidade. No sistema de 5ª geração o gás é dosado na quantidade ideal, buscando a estequiometria da mistura ar/combustível. O gás entra de forma sequencial no motor, a comutação ocorre suavemente sem que o usuário perceba a troca entre os combustíveis. No sistema 5ª geração as estratégias de funcionamento do veículo permanecem em seu estado original, ou seja, quando chaveamos para utilização do combustível liquido o veículo retorna ao seu estado de fábrica com um simples toque.

Como identifico um sistema de GNV tradicional e um sistema de 5ª geração?
A principal diferença para identificação pelo usuário são os injetores de gás, os quais estão sempre alojado no motor, junto ao coletor de admissão. No sistema 5ª geração não existe Misturador, emulador de sonda, regulador manual, emulador de bico e motor de passo. Todo o gerenciamento eletrônico é feito pela central de comando e a dosagem feita através dos injetores. Fique Atento, esses componentes são encontrados no compartimento do motor.

O sistema GNV pode ser instalado em qualquer modelo de veículo?
Não, mas atende a grande maioria dos veículos comercializados. O sistema de GNV pode ser instalado em qualquer modelo de veículo com motor ciclo Otto, ou seja, motor movido a gasolina, etanol ou flex. Motores carburados ou com sistema de injeção, com exceção dos veículos com a tecnologia de injeção direta, onde o injetor original fica alojado dentro da câmara de combustão (tecnologia em desenvolvimento).  

A Rodagás oferece o serviço de instalação de equipamentos?
Sim, além de distribuir os equipamentos GNV e GLP por todo o Brasil também oferecemos na Oficina de fábrica instalação e/ou manutenção dos equipamentos do sistema de GNV e GLP. Aqui o cliente recebe um atendimento diferenciado e exclusivo.

O cilindro ficou quente após o abastecimento, isso é comum?
Sim, ao abastecer, a pressão inserida dentro do cilindro faz com que ele se aqueça devido ao atrito entre as moléculas do gás. Isso não compromete em nada questões de segurança, tão pouco a durabilidade do sistema.

A superfície do cilindro está umedecida, há algum problema?
Não, isso ocorre devido a troca de calor entre o cilindro e o meio ambiente, em geral logo após um abastecimento.

Ao mudar para o gás, o veículo emite um pequeno estalo, isso é comum?
Sim, esse estalo vem do acionamento da eletroválvula do sistema. Nesse momento o fluxo de gás está liberado para o sistema.

Posso aproveitar meu Kit Rodagás em outro veículo?
Sim, porém essa análise deve ser feita por um instalador homologado, pois para cada modelo de veículo existe aquele equipamento que melhor se adapta.

O veículo falha durante as acelerações, o que eu faço?
Comutar a chave para o combustível original e rode alguns quilômetros com ele. Caso o problema persista, este defeito não é relacionado ao sistema de gás e o  veículo deve ser levado a uma oficina para verificar a parte original do veículo, principalmente no sistema de ignição.

O veículo demora a dar partida após um período de descanso mais longo (Flexfuel), o que posso fazer para evitar?
Mantenha sempre um mesmo tipo de combustível no tanque (etanol ou gasolina) e sempre combustível no tanque de partida frio, pois o módulo original do veículo memoriza qual o combustível está sendo utilizado e mantém estratégias especificas para tal combustível.

Que ações eu posso tomar para manter o bom funcionamento de meu veículo GNV?
Consulte sempre o manual do fabricante do veículo e as recomendações do técnico instalador do sistema de GNV e material de bordo. Verificar periodicamente as condições das velas, dos cabos de velas e filtro de ar.

 

Não encontrou o que procurava? Entre em contato com nosso O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Menu

Contato

foneico(11) 2823-0250

mailicorodagas@rodagas.com.br 

Localização

Rua Lício de Miranda, n.º 429
Vila Carioca, São Paulo
Cep. 04225-030

mapico Mapa de localização

Redes Sociais

faceicoFacebook